sábado, dezembro 09, 2006

POESIA DE NICOTINA (versão integral)

Escolho
cui - da - do - sa - men - te
as palavras
e depois

em movimentos circulares
com os dedos indicadores e os polegares
as enrolo em um papel.

Faço vários de uma só vez
respeitando cada passo do ritual

escolho o momento ideal

o lugar adequado
de preferência uma poltrona

em uma sala escura
então trago

vagarosamente

em dias agitados

(em que é preciso uma dose
rápida e relaxante)

pico umas palavras pequenas
coloco em um cachimbo

e sem pensar
me entrego ao vício

A melhor parte é ficar olhando a fumaça
é possível identificar a essência de cada palavra
elas saem fortes

e aos poucos
vão se perdendo no espaço

poesia de nicotina

(hábito antigo)

dizem até
que o meu pulmão está doente
mas é um mal necessário


e vou morrer fumando

******************************************************

Sei que vai parecer nepotismo (e é... rs...), mas essa é a Patrícia, a mulher que eu amo, e que deu uma nova dimensão à minha vida.
Mesmo antes de nos conhecermos pessoalmente, já havia me apaixonado pelo seu amor incondicional à poesia.
E, sim, ela escreve bem, apesar de ter sempre uma certa preguicinha de escrever... rs...
Agora ela abandonou a preguicinha e anda numa fase criativa, e seus poemas estão no http://pathcosta.zip.net

9 comentários:

Anônimo disse...

FERNANDO GUERRERO
TA MUITO SHOW TEU BLOG, SE PUDER VISITA O MEU E DIZ QUE ACHO, VALEU
http://ferrero.uniblog.com.br/

mary disse...

Adorei!

Poesia de nicotina tomando conta dos meus pulmões... :)

Parabéns aos dois!
Beijos.

André Lasak disse...

Ah, a fumaça... Posso passar horas observando as formas azuladas, e descobrindo, como nucens, diversas formas e poesia.

Muito bom o texto!

Beijão!

André Lasak disse...

ERRATA: nuvens.

Sandra Regina de Souza disse...

Adorei conhecer os versos da musa...rs... Não tinha a menor dúvida de que ela seria muito boa poeta... Que lindo o poema... Adoro a Paty... e o Moacir tbm!!.. isso não é segredo, certo!!..rsrs... beijos pros dois... (o casalzinho fofo!!)

Leandro Jardim disse...

Faço minhas as palavras de Lasak-man. Ah, há realmente muita poesia na nicotina... e nessa menina que nos faz o queixo cair... mas casou com o moacir... hehe


ops, melhor eu ir!
hehehe

Múcio Góes disse...

Cara, que primor! Que musa! É o tipo de Poema que podemos ver em movimento. Delicia de ler... Parabéns ao casal poético. :)


[]´s

Leonardo Caldas disse...

é como se, fechados os olhos, fosse possível ver o desenho da fumaça... va - ga - ro - sa - men - te.

e viva a nicotina!

Nanna disse...

Mal necessário que eternamente me acompanhará...

Adorei!

Beijos aos parceiros de tudo...
:))