terça-feira, dezembro 26, 2006

soLar

      abro a minha janela
contemplando um céu ardente.
lusco-fusco lucipotente:
eu, você, a meianoite,
e esse sol que não desiste
de fazer verão dentro da gente.

11 comentários:

Juliana Marchioretto disse...

bem a cara do verão... bonito.

beijo

Leandro Jardim disse...

quando abre a sua
já nela janela,
que busca, ofusca
com brilho de lua


belo, Múcio

abraços
Jardináceos-os

moacircaetano disse...

realmente belo!
e quente!

Marla de Queiroz disse...

Porque ele dorme antes
de saciar em mim
um desejo que não cessa.
Não é que eu seja afoita.
É que o verão em mim tem pressa.

Amormáximo.

Aline disse...

Lembrou-me Deixa o verão de Rodrigo Amarante.

Ensolarado e poético.
Muito lindo.

Keila Sgobi disse...

deu até calor!

A czarina das quinquilharias disse...

lindo, lindo
:*

Luabella disse...

Ai, ai... que saudade de quando letrinhas assim saiam de mim...

Cristina Loureiro dos Santos disse...

Saudades do sol quente...

Lindo, Múcio...

Com sabor a verão...

:)

Anônimo disse...

É tanto que nem sei...

Beijo apenas,
Alice

www.asmaravilhasdopaisdealice.blogger.com.br

Nanna disse...

Linnndo!!

Um beijo.
:))