quinta-feira, dezembro 14, 2006

*

Somos pilotos de fuga
deixando us homi pa trais
junto com tudo mais
que não tenha importância

A gente pisa no freio
que é pra não derrapar,
pra não ser pego na curva,
pra não perder tempo

A gente escolhe essa vida
de fugir de nós mesmos
que é pra ver se nos encontramos
num desses cruzamentos

A gente se cruza,
se esbarra, se tromba...

Marcamos um pega
Quem ganha ou quem perde
é o que menos importa

A gente corre
nessa vida
feito doido
Mas é por puro prazer

8 comentários:

Juliana Marchioretto disse...

e como corre, hein, moço!

beijo

moacircaetano disse...

vou te contar um segredo
(se é que você não tem medo):
a 180 por hora
o resto do mundo se evapora!

Nanna disse...

É um prazer imenso esse de viver...

Adorei seu escrito de hoje!!!

P.S.: E não darei beijo porque ainda tô de mal!
Humpf!

:)

Jefferson de Souza disse...

Poxa, Nanna... Não guarde tanto rancor nesse teu coraçãozinho...

=)

Múcio Góes disse...

hehe bom, bom, Jeff... já fiz td isso, até que um dia trombei! mas sigo aqui, sempre e devagar.

[]´s

mary disse...

Vida de gente doida, né? rs

;***

Juliana Pestana disse...

"Quem ganha ou quem perde
é o que menos importa"

e eu que tenho falado tanto sobre isso, adorei ler em vc essas palavras. adorei tbm os versos...

bjos meus

Leandro Jardim disse...

pra você ver
refletir e fazer
o que nos jaz
o prazer


poema lombada pra quebrar o ritmo e fazer pensar!
abs
Jardineieieiros