terça-feira, maio 05, 2009

estilo

Os desejos transbordam...
mas as palavras
não conseguem descrever
sensações imediatas
inéditas e inusitadas.
Há um fervilhar
desgastado
na razão contemplativa
e no seu completo argumento:
um complemento
ilimitado...
Há uma dislexia
imperativo de poesia
e os versos se espremem
entre os toques habilidosos
e a falta de conectivos libidinosos

4 comentários:

J.F. de Souza disse...

Oraora... Gostei do "estilo"! =)


=*

Renata (impermeável a) disse...

quasssssssssssssse erotica?

o quase é ótimo!

rsrsr

moacircaetano disse...

hehehe...
como eu disse, uma classe impressionante, sempre...
beijo!

Aline disse...

encantador!

beijo, Sandra.