quinta-feira, maio 14, 2009

guerra santa



quem
dera um exército
de
soldadinhos de chumbo
um
pelotão
uma tropa
para mudar o mundo
ou
apenas
caneta e papel
para
um poema-processo
algo que
me permita invadir
teu
universo

6 comentários:

J.F. de Souza disse...

Sim, a caneta pode ser mais perigosa que a espada. =)

J.R. Lima disse...

"all is fair in love and war"

Especialmente, suponho, se as duas coisas andarem juntas!

Um abraço.

Henrique disse...

Eu prefiro fazer luta livre. Libera mais adrenalina. Fico sarado pra dançar a noite inteira ao som poemas eletrônicos musicados. Depois eu vou pro regge fumar meu baseado com os amigos que acham que a erva evita guerra. Mas pra mim é a luta.

Cosmunicando disse...

só eu aqui de menina pra elogiar essa lindeza?

=*

Sandra Regina de Souza disse...

Me fez lembrar Drummond... lutando com as palvras..rs... Sempre bom ler vc! bjo

moacircaetano disse...

e nessa guerra quem ganha somos nós!