quarta-feira, outubro 22, 2008

lost

.
.
não há nada além do caos
repetidas linhas
espasmos líricos
tudo em vão
a poesia foi-se de vez
imaginar-me sem ela
doloroso demais
torno-me incapaz
andarei com pés descalços.

8 comentários:

Beatrice Jasmin Noire disse...

Tua poesia
caminha descalça
invisível como a brisa
junto a ti

J.F. de Souza disse...

Me vi perdido
de pés descalços
fugindo de mauencarados

Minha salvação dependendo
da boa-vontade
de algum estranho

Eu nem seguiria
Eu nem sequer tentaria
Sem Poesia

A czarina das quinquilharias disse...

e então andar, até gastar as plantas dos pés e as letras das mãos.

Delia disse...

viver sem poesia...dói demais... temos que fazer então da se falta versos...
como vc fez.
bj

moacircaetano disse...

às vezes o sangue dos pés descalços, em contato com as pedras, se tornam poesia!

Mary disse...

lindo o que Moa disse!

não me imagino sem ela tb, nega!

linda! :*

Bia Pedrosa disse...

andar com os pés descalços, a mente sem vínculos e o coração aberto pode ser uma válvula de escape rumo ao que chamamos de "felicidade"

Leandro Jardim disse...

sim, toque com a planta
do pé descalço e finque
semente ou raiz, que seja
sua pra dentro da terra,
do chão desse mundo,
inverte os sentidos
de tudo, que a poesia
verte seu suco e não erra.



****

hehe, inspirador ;) queridAline

beiJardins