sexta-feira, novembro 14, 2008

parece que Deus esqueceu
de muitos

descalços pelo asfalto
pela areia da praia
pela favela

pés que nem sempre
escolhem o caminho

mãos que soltam pipa
e engatilham armas
.
.
.
corpos que caem

parece que Deus esqueceu
de muitos

e poucos
têm a sorte
de hastear a bandeira da paz

---------------------------------------------
Aline pegou meu filme! Mas ainda bem que ela o fez, pois o poema dela está MUITO melhor do que todos os meus esboços cinematográficos! E com a ajuda de Delia achei outro filme legal... e beeeeem fácil, hein! =]

12 comentários:

Fernanda Leturiondo disse...

Cidade de Deus?

Nossa, que delícia de semana! Tô viajando nisso de tentar ver os filmes na poesia.. como um rolo, não de sequência de imagens, mas de letras tramadas.

abraços a todos do B7C

Sandra Regina de Souza disse...

Sensível como o filme.. (se for Cidade de Deus mesmo...rs)

Marrí Franco disse...

Cidade de Deus... em versos delicadamente verdadeiros, a beleza inversa de uma realidade agressiva e impune.

Beatrice Jasmin Noire disse...

Poderia ser O caçador de pipas...

A czarina das quinquilharias disse...

é, também acho que é cidade de deus!
muito bom

J.F. de Souza disse...

Por um momento, pensei nos 2 citados: Cidade de Deus e O Caçador de Pipas...

Mas tá mais pra Cidade de Deus mesmo!

Múcio L Góes disse...

sigo a turba ensandecida..

:p~

vc é Mah...





raaaa!

Delia disse...

City of God.

hahahaha

moacircaetano disse...

Dadinho é o caralho, esse filme é o Cidade de Deus!

J.F. de Souza disse...

E, independente do que for...

BELÍSSIMO POEMA!!! =)



=*

Anônimo disse...

Cidade de Deus, com certeza!
E parece que Deus abençoou alguns, como você, com o dom da poesia...
Marcia

aline disse...

hahahah!

Pensei que vinhas de Almodóvar, coração.

é Cidade mesmo?

(L)